reflexoes2017_img_destac

Perfeita Circulação do Sangue

Amado, desejo que te vá bem em todas as coisas, e que tenhas saúde, assim como bem vai a tua alma. III João 1:2.

Perfeita saúde depende de perfeita circulação. Especial atenção deve ser dada às extremidades, para que estejam inteiramente vestidas como o peito e a região sobre o coração, onde maior é a quantidade de calor. […]

Os membros não foram formados por nosso Criador para suportar tanta exposição como o rosto. O Senhor proveu a face de uma imensa circulação, pois ela deve ficar exposta. Ele proveu, também, grandes veias e nervos para os membros e os pés, para conter grande quantidade do fluxo sangüíneo, a fim de que os membros pudessem estar tão uniformemente aquecidos como o corpo. Devem estar tão completamente agasalhados que conduzam o sangue para as extremidades. Satanás inventou as modas que deixam os membros expostos, resfriando o fluxo sangüíneo ao voltar de seu curso original. […] O resultado é, habitualmente, pés e mãos frios. Testemunhos para a Igreja, Vol. 2, 531. (mais…)

Leia Mais

reflexoes2017_img_destac

O Perigo Mortal do Amor ao Vestuário

Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos? (Porque todas estas coisas os gentios procuram). De certo vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas. Mateus 6:31-32.

Minha atenção foi chamada para: “Não haverá traje de homem na mulher, e nem vestirá o homem roupa de mulher; porque, qualquer que faz isto, abominação é ao SENHOR teu Deus”. Deuteronômio 22:5]. […]

Há tendência crescente de fazer com que as mulheres usem vestuário tanto quanto possível semelhante ao do outro sexo, confeccionando suas roupas com talhe similar às dos homens. Deus, porém, declara que isso é abominação. Testemunhos para a Igreja, Vol. 1, 421.

O amor ao vestuário põe em perigo a moral e faz com que a mulher seja o contrário do que é uma senhora cristã, que se caracteriza pela modéstia e sobriedade. O vestuário extravagante muitas vezes incute concupiscência no coração da que o usa, despertando baixas paixões no que o contempla. (mais…)

Leia Mais

Alfarroba

Conheça a alfarroba, alimento riquíssimo em fibras e vitaminas

A alfarroba é uma vagem, parecida com o feijão, que pode ser usada como um substituto saudável do chocolate

Hoje em dia, os corredores dos supermercados estão repletos de produtos ditos diet, light, reduzidos em calorias, sem lactose, sem glúten, sem colesterol e sem muitas outras coisas. Existem também produtos com ingredientes novos e muitas vezes desconhecidos da grande maioria das pessoas, nesse grupo desponta a alfarroba.

A alfarroba é uma vagem, parecida com o feijão, de cor marrom escura e sabor doce. Sua árvore é nativa da costa do Mediterrâneo, mas, hoje em dia, é muito cultivada na região amazônica. Dentro da vagem tem o seu fruto, que é muito utilizado pela indústria de alimentos como ingrediente para algumas preparações.

A alfarroba é rica em fibras, que ajudam no bom funcionamento do intestino, prevenindo doenças, como a constipação. Além disso, possui vitaminas e minerais em sua composição, que, aliados a uma dieta rica em frutas, legumes e verduras, pode fornecer todos os minerais e vitaminas necessárias.

O mais interessante, é que a alfarroba pode ser usada como um substituto do chocolate, por ter características que se assemelham ao sabor e consistência. Hoje em dia, a indústria alimentícia utiliza a farinha de alfarroba para substituir o cacau na preparação de chocolate.

E esta substituição apresenta algumas vantagens, como a redução na quantidade de gordura – enquanto o cacau tem aproximadamente 23%, a alfarroba tem 1%. Além disso, o chocolate feito com a alfarroba, ao invés do cacau, é uma ótima alternativa para pessoas com intolerância alimentar, pois não possui glúten ou lactose. Ela também ajuda na cremosidade e viscosidade na preparação do produto.


Por Daniel Magnoni, nutrólogo

Fonte: Revista Veja

Nota: A alfarroba era um alimento muito comum na época de Jesus na Judéia. Os mais pobres tinham uma alimentação baseada nela. Além do mel, é a alfarroba, e não o gafanhoto, que a Bíblia destaca como parte da alimentação de João Batista. No oriente era muito comum chamar a alfarroba de “gafanhoto” devido à semelhança do inseto com o formato da vagem na árvore. Antigas tradições cristãs atestam que não era o inseto que João comia quando chamam a alfarroba de “pão-de-São-João”. Ellen White ainda nos informa que ele era vegetariano: “Seu regime alimentar, puramente vegetariano, composto de alfarrobas e mel silvestre, era uma censura à condescendência com o apetite e a glutonaria que prevaleciam por toda parte”. Conselhos sobre Regime Alimentar, 71.

Leia Mais

reflexoes2017_img_destac

A Reforma do Vestuário

Eis que os caminhos do homem estão perante os olhos do SENHOR, e ele pesa todas as suas veredas. Provérbios 5:21.

Os cristãos não se devem dar a trabalhos para se tornar objeto das atenções gerais por uma maneira de vestir diferente do mundo. Mas, se em harmonia com sua fé e seu dever relativamente a vestir-se com modéstia e higiene, acharem-se fora da moda, não devem mudar de atitude a fim de ser semelhantes ao mundo. Cumpre-lhes, porém, manifestar nobre independência e coragem moral para serem retos ainda que todo o mundo seja diferente. Se o mundo apresentar um modo de vestir discreto, conveniente e saudável, que esteja em harmonia com a Bíblia, não alterará nossa relação para com Deus ou o mundo o adotarmos esse estilo. Os cristãos devem seguir a Cristo, e harmonizar seu traje com a Palavra de Deus. Devem fugir dos extremos e seguir humildemente uma orientação reta, para a frente, a despeito de aplausos ou censuras, apegando-se ao direito justamente por ser direito. Review and Herald, 30 de janeiro de 1900. Mensagens aos Jovens, 350. (mais…)

Leia Mais