nascer_sol_meditacoes_2018

A Obra Missionária em Campos Estrangeiros

Quão formosos são, sobre os montes, os pés do que anuncia as boas novas, que faz ouvir a paz, do que anuncia o bem, que faz ouvir a salvação, do que diz a Sião: O teu Deus reina! (Isaías 52:7).

Nos campos estrangeiros, especialmente, a obra não pode ser realizada senão mediante planos bem delineados. Conquanto vos devais esforçar para trabalhar em harmonia com as instituições dos que se acham à testa da obra, muitas circunstâncias imprevistas surgirão, para as quais eles não tomaram providências. É preciso que os que se encontram no campo de batalha se aventurem a alguma coisa, corram certos riscos. Haverá crises que exigem uma ação pronta.

Ao iniciarem-se missões em terras estrangeiras, é de especial importância que se comece a obra como deve ser. Os obreiros devem cuidar em não restringi-la devido a planos acanhados. Se bem que o estado do tesouro exija economia, há perigo de que a mesma seja exercida de maneira que redunde em prejuízo em vez de lucro. Assim tem na verdade acontecido em algumas de nossas missões onde nossos obreiros têm aplicado a suas faculdades quase inteiramente a fazer planos para agir dentro do mínimo possível de despesas. Com uma orientação diferente, muito mais se poderia haver conseguido; e, afinal, menos teriam sido os recursos diminuídos ao tesouro. Obreiros Evangélicos, 461-462.

Devemos fazer o bem a todos os homens, e especialmente àqueles que são os domésticos da fé. Se aqueles que têm abundantes meios são agentes de Deus ao negociarem dignamente, empregarão seus tesouros de maneira sábia de modo a que nenhum dos que são da família da fé necessite passar fome ou nudez. (Carta 90, 1895). MM (Ano:1983), Olhando para o Alto, 23.

O fim de todas as coisas está perto e Deus convida os homens a que venham para o serviço ativo e cumpram o seu dever, porque Ele o deseja e o mundo precisa o seu auxílio. Sob a guia do Espírito Santo os homens tornar-se-ão prudentes na aplicação de recursos e gastá-los-ão de acordo com a magnitude e importância da obra a ser feita. […] Vosso dinheiro significa salvação de alguém. (Carta 90, 1895). Beneficência Social, 267.


Esta publicação está presente nas Reflexões Semanais 2018, para o pôr-do-sol de 14 de dezembro de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *