Alfarroba

Conheça a alfarroba, alimento riquíssimo em fibras e vitaminas

A alfarroba é uma vagem, parecida com o feijão, que pode ser usada como um substituto saudável do chocolate

Hoje em dia, os corredores dos supermercados estão repletos de produtos ditos diet, light, reduzidos em calorias, sem lactose, sem glúten, sem colesterol e sem muitas outras coisas. Existem também produtos com ingredientes novos e muitas vezes desconhecidos da grande maioria das pessoas, nesse grupo desponta a alfarroba.

A alfarroba é uma vagem, parecida com o feijão, de cor marrom escura e sabor doce. Sua árvore é nativa da costa do Mediterrâneo, mas, hoje em dia, é muito cultivada na região amazônica. Dentro da vagem tem o seu fruto, que é muito utilizado pela indústria de alimentos como ingrediente para algumas preparações.

A alfarroba é rica em fibras, que ajudam no bom funcionamento do intestino, prevenindo doenças, como a constipação. Além disso, possui vitaminas e minerais em sua composição, que, aliados a uma dieta rica em frutas, legumes e verduras, pode fornecer todos os minerais e vitaminas necessárias.

O mais interessante, é que a alfarroba pode ser usada como um substituto do chocolate, por ter características que se assemelham ao sabor e consistência. Hoje em dia, a indústria alimentícia utiliza a farinha de alfarroba para substituir o cacau na preparação de chocolate.

E esta substituição apresenta algumas vantagens, como a redução na quantidade de gordura – enquanto o cacau tem aproximadamente 23%, a alfarroba tem 1%. Além disso, o chocolate feito com a alfarroba, ao invés do cacau, é uma ótima alternativa para pessoas com intolerância alimentar, pois não possui glúten ou lactose. Ela também ajuda na cremosidade e viscosidade na preparação do produto.


Por Daniel Magnoni, nutrólogo

Fonte: Revista Veja

Nota: A alfarroba era um alimento muito comum na época de Jesus na Judéia. Os mais pobres tinham uma alimentação baseada nela. Além do mel, é a alfarroba, e não o gafanhoto, que a Bíblia destaca como parte da alimentação de João Batista. No oriente era muito comum chamar a alfarroba de “gafanhoto” devido à semelhança do inseto com o formato da vagem na árvore. Antigas tradições cristãs atestam que não era o inseto que João comia quando chamam a alfarroba de “pão-de-São-João”. Ellen White ainda nos informa que ele era vegetariano: “Seu regime alimentar, puramente vegetariano, composto de alfarrobas e mel silvestre, era uma censura à condescendência com o apetite e a glutonaria que prevaleciam por toda parte”. Conselhos sobre Regime Alimentar, 71.

Leia Mais

frutas-e-vegetais

Comer frutas e vegetais aumenta a felicidade

Um novo estudo mostrou que, em apenas dois anos, consumir oito porções diárias desses alimentos aumenta a sensação de bem-estar e felicidade

De acordo com o estudo, cada porção extra de frutas e legumes consumida por dia – até um limite de oito porções – ajuda a aumentar a sensação de felicidade, bem-estar e satisfação com a vida.

Aumentar o consumo de frutas e vegetais pode te deixar mais feliz. De acordo com um estudo publicado recentemente no periódico científico American Journal of Public Health, comer oito porções de frutas e vegetais por dia pode levar as pessoas a uma mudança de bem-estar equivalente à observada em pessoas desempregadas quando conseguem um emprego.

“Aparentemente, comer frutas e legumes aumenta a nossa felicidade muito mais rapidamente do que melhora a saúde.”, disse Redzo Mujcic, pesquisador de economia da saúde na Universidade de Queensland, na Austrália e coautor do estudo. (mais…)

Leia Mais

antiinflamatorios

Anti-inflamatórios aumentam risco de infarto, diz estudo

Segundo estudo, o uso do ibuprofeno aumenta o risco de parada cardíaca em 30%, enquanto o consumo do diclofenaco pode aumentar a incidência em 50%

Um novo estudo publicado recentemente pela revista científica European Heart Journal apontou que medicamentos utilizados para combater dores e inflamações podem colocar em risco a saúde do coração. A pesquisa apontou que o uso dos anti-inflamatórios não-esteroides, conhecidos pela sigla AINEs, diclofenaco e ibuprofeno está associado a um aumento no risco de infarto.

Não é a primeira vez que essa categoria de remédios é relacionada à ocorrência de eventos cardíacos graves. Em setembro passado, outro levantamento associou os AINEs a um risco aumentado de insuficiência cardíaca. (mais…)

Leia Mais

pao_branco

“Comer pão branco é o mesmo que tomar glicose”, diz professor, sobre ganho de peso

Quem busca orientação médica para iniciar uma alimentação saudável provavelmente vai ouvir do especialista que deve cortar o pão branco da dieta. Mas engana-se quem imagina que os carboidratos são os grandes vilões que compõem o alimento. O amido é que, na verdade, traz os prejuízos ao organismo e ao processo de emagrecimento. (mais…)

Leia Mais

dicas-para-faer-o-jejum-que-agrada-a-deus

Quem faz jejum vive por mais tempo, diz Nobel

Segundo Yoshinori Ohsumi, ganhador do Nobel de medicina, jejuar faz suas células “se comerem”. Tal mecanismo é renovador

Estudos mostram que práticas como o jejum ou a restrição calórica estressam as células e contribuem para a ativação do processo de autofagia nas células, o que estimula uma faxina interna no organismo e aumenta a longevidade. (mais…)

Leia Mais

cafe_pq

Café, chocolate e açúcar: entenda porque esses alimentos podem viciar

Com influência no sistema nervoso central e no sistema límbico, a teobromina e a cafeína podem causar dependência

Aos seis anos de idade, Angela Maria Lemos, provou pela primeira vez a substância que um dia a deixaria viciada. Foi com as primas, tomando leite tirado na hora, que ela aprendeu que café era para a vida toda. No começo, ele ia misturado ao leite quente de vaca. Mas depois de anos de aprendizado, a bebida acabou como a dona do desjejum – e do dia. “Tomo café em jejum, só depois eu como alguma coisa”, afirma. E quando arrisca pular a xícara diária, uma dor de cabeça incômoda atormenta as horas que seguem. “Eu fico indisposta e minha cabeça fica estranha, depois começa a latejar de tanta dor.” Assim como Angela, hoje com 55 anos, milhares de pessoas têm algum tipo de vício em alimento, um mal responsável por sintomas prejudiciais à saúde e ao convívio social. E não é apenas a cafeína que tem efeitos similares aos de um vício. Engrossam a lista as guloseimas preferidas de mulheres com TPM (tensão pré-menstrual) e das crianças: chocolate e açúcar. (mais…)

Leia Mais

compare-feijoes

Descubra oito motivos para incluir o feijão na dieta

O grão é aliado do emagrecimento e age até na prevenção do câncer

Ele faz falta no prato dos brasileiros e é o primeiro a despertar saudade no caso de quem visita um país do exterior. Não bastando o sabor delicioso e a variedade de combinações possíveis no preparo, o feijão ainda é muito bem visto por especialistas da saúde. No relatório do Sistema Vigitel do Ministério da Saúde, o feijão aparece na lista de fatores de proteção contra câncer e outras doenças crônicas. (mais…)

Leia Mais

saude

#1 – O segredo da boa saúde

Saúde é um grande tesouro que geralmente só se avalia quando perdido. Todos se entristecem quando perdem esta sagrada possessão e para recuperá-la alguns gastam fortunas sem, às vezes, conseguir o objetivo.

Esta série não será dedicada somente aos, que possuindo este precioso legado o perderam, mas também àqueles que ainda o tem em posse, pois mais vale um grama de prevenção do que um quilo de cura.

(mais…)

Leia Mais

saude

#Introdução – O segredo da boa saúde

Olá meu amigo leitor ou internauta. Peço sua companhia até o fim deste artigo.

Por meio deste, gostaria de apresentar uma nova série de artigos publicados em nome do MovimentoAdventista.com.br na área da saúde. Chamaremos essa série de “O Segredo da Boa Saúde” e vamos abordar vários aspectos que colaboram para a manutenção de nossa saúde no mundo em que vivemos.

(mais…)

Leia Mais