Alfarroba

Conheça a alfarroba, alimento riquíssimo em fibras e vitaminas

A alfarroba é uma vagem, parecida com o feijão, que pode ser usada como um substituto saudável do chocolate

Hoje em dia, os corredores dos supermercados estão repletos de produtos ditos diet, light, reduzidos em calorias, sem lactose, sem glúten, sem colesterol e sem muitas outras coisas. Existem também produtos com ingredientes novos e muitas vezes desconhecidos da grande maioria das pessoas, nesse grupo desponta a alfarroba.

A alfarroba é uma vagem, parecida com o feijão, de cor marrom escura e sabor doce. Sua árvore é nativa da costa do Mediterrâneo, mas, hoje em dia, é muito cultivada na região amazônica. Dentro da vagem tem o seu fruto, que é muito utilizado pela indústria de alimentos como ingrediente para algumas preparações.

A alfarroba é rica em fibras, que ajudam no bom funcionamento do intestino, prevenindo doenças, como a constipação. Além disso, possui vitaminas e minerais em sua composição, que, aliados a uma dieta rica em frutas, legumes e verduras, pode fornecer todos os minerais e vitaminas necessárias.

O mais interessante, é que a alfarroba pode ser usada como um substituto do chocolate, por ter características que se assemelham ao sabor e consistência. Hoje em dia, a indústria alimentícia utiliza a farinha de alfarroba para substituir o cacau na preparação de chocolate.

E esta substituição apresenta algumas vantagens, como a redução na quantidade de gordura – enquanto o cacau tem aproximadamente 23%, a alfarroba tem 1%. Além disso, o chocolate feito com a alfarroba, ao invés do cacau, é uma ótima alternativa para pessoas com intolerância alimentar, pois não possui glúten ou lactose. Ela também ajuda na cremosidade e viscosidade na preparação do produto.


Por Daniel Magnoni, nutrólogo

Fonte: Revista Veja

Nota: A alfarroba era um alimento muito comum na época de Jesus na Judéia. Os mais pobres tinham uma alimentação baseada nela. Além do mel, é a alfarroba, e não o gafanhoto, que a Bíblia destaca como parte da alimentação de João Batista. No oriente era muito comum chamar a alfarroba de “gafanhoto” devido à semelhança do inseto com o formato da vagem na árvore. Antigas tradições cristãs atestam que não era o inseto que João comia quando chamam a alfarroba de “pão-de-São-João”. Ellen White ainda nos informa que ele era vegetariano: “Seu regime alimentar, puramente vegetariano, composto de alfarrobas e mel silvestre, era uma censura à condescendência com o apetite e a glutonaria que prevaleciam por toda parte”. Conselhos sobre Regime Alimentar, 71.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *