Reflexoes_2019

Fotografia do Caráter

Porque Deus há de trazer a juízo toda a obra, e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau. (Eclesiastes 12:14).

A lei de Deus se estende não só aos atos exteriores, mas também aos sentimentos e aos motivos. Revela os segredos do coração, lançando luz sobre coisas antes sepultadas em trevas. Deus conhece todo pensamento, todo propósito, todo plano e todos os motivos. Os livros do Céu registram os pecados que teriam sido cometidos se tivesse havido oportunidade. Deus há de trazer a juízo todas as obras, até as que estão escondidas. Por Sua lei, Ele avalia o caráter de todo ser humano. Como o artista representa no quadro os traços do rosto, assim também os traços de cada caráter individual se reproduzem nos livros do Céu. Deus tem uma perfeita fotografia do caráter de cada pessoa, e compara essa fotografia com Sua lei. Ele revela ao ser humano os defeitos que lhe prejudicam a vida, e o chama a se arrepender e a abandonar o pecado. (ST, 31 de julho de 1901). Comentário Bíblico, Vol. 5, 1085.

”Qualquer que chamar a seu irmão de Raca [indivíduo vão] será réu do Sinédrio.” Mat. 5:22. No dom de Seu Filho para nossa redenção, Deus mostrou quão alto valor dá Ele a toda alma humana, e não dá direito a homem algum de falar desprezivelmente de outro. […]

”Pois quem é que te faz sobressair? E que tens tu que não tenhas recebido? E, se o recebeste, por que te vanglorias, como se o não tiveras recebido?” I Cor. 4:7. ”Quem és tu que julgas o servo alheio? Para seu próprio senhor ele está em pé ou cai.” Rom. 14:4.

”Quem lhe chamar: Tolo, estará sujeito ao inferno de fogo.” Mat. 5:22. No Antigo Testamento a palavra aí traduzida por ”tolo” é usada para designar um apóstata, ou uma pessoa que se entregou à impiedade. Jesus diz que quem quer que condene seu irmão como apóstata ou desprezador de Deus, mostra ser ele mesmo digno da mesma condenação. O Maior Discurso de Cristo, 56-57.

Quando postos em conflito com os inimigos de Cristo, nada devemos dizer em um espírito de represália, ou que tenha sequer a aparência de um juízo de maldição. […] Devemos deixar com Deus a obra de julgar e condenar. Idem, 57-58.

Deus derrama Suas bênçãos sobre todos. ”Faz que o Seu Sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos.” É ”benigno até para com os ingratos e maus”. Luc. 6:35. Pede-nos que sejamos semelhantes a Ele. ”Bendizei os que vos maldizem”, disse Jesus: ”Fazei bem aos que vos odeiam,… para que sejais filhos do vosso Pai que está nos Céus.” Mat. 5:44. Eis os princípios da lei, e são as fontes da vida. O Desejado de Todas as Nações, 311.


Esta publicação está presente nas Reflexões Semanais 2019, para o pôr-do-sol de 23 de agosto de 2019.