Reflexoes_2019

Odiados pelo Mundo

Eis que temos por bem-aventurados os que sofreram. Ouvistes qual foi a paciência de Jó, e vistes o fim que o Senhor lhe deu; porque o Senhor é muito misericordioso e piedoso. (Tiago 5:11).

Antes Cristo disse aos Seus discípulos que no mundo teriam tribulação. Seriam levados perante os reis e governadores, por Seu amor; todas as espécies de males falariam falsamente contra eles, e os que destruíssem sua vida pensariam estar servindo a Deus. E todos, em todas as épocas, que têm vivido vida santa, sofreram perseguição de qualquer forma. […]

O espírito de perseguição… será despertado contra os fiéis, que não condescendem com o mundo, nem se deixam levar por suas opiniões, seus favores ou oposições. Uma religião que apresenta um testemunho vivo em favor da santidade, e que condena o orgulho, o egoísmo, a avareza e os pecados da ostentação, será odiada pelo mundo e pelos cristãos superficiais. Não estranheis, então, meus jovens cristãos e amigos, se o mundo vos aborrece, porque antes já aborreceu vosso Senhor. Quando sofrerdes injúrias e perseguição, estareis em excelente grupo, porquanto Jesus já suportou tudo isso e muito mais. […]

O caminho para a vida eterna é estreito e apertado, e tereis que passar por muitas dificuldades; mas, mediante perseverança, alcançareis a vida eterna – a herança futura e imperecível. (The Youth’s Instructor, 28 de maio de 1884). MM, 1989, Minha Consagração Hoje, 69.

Jesus não nos abandonou dando-nos razão para ficarmos espantados diante das provações e dificuldades. A respeito delas Ele tudo nos falou, e também nos disse que não ficássemos acabrunhados nem abatidos quando sobreviessem as provações. Olhemos para Jesus, nosso Redentor, alegremo-nos e nos regozijemos. As provações mais difíceis de suportar são as causadas por nossos irmãos, nossos próprios amigos íntimos; mas até essas provas podem ser suportadas com paciência. Jesus não permaneceu no sepulcro novo de José. Ele ressuscitou e ascendeu ao Céu, para ali interceder em nosso favor. Temos um Salvador que nos amou de tal maneira que morreu por nós, para que por Ele possamos ter esperança, e força e ânimo, bem como um lugar com Ele no Seu trono. Ele pode e está desejoso de nos ajudar, sempre que a Ele recorrermos. Testemunhos para a Igreja, Vol. 8, 128.


Esta publicação está presente nas Reflexões Semanais 2019, para o pôr-do-sol de 3 de maio de 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *