reflexoes_2020

Espalhar a Verdade

Minha é a prata, e meu é o ouro, diz o SENHOR dos Exércitos. Ageu 2:8.

Vi que a mensagem: ”Vendei os vossos bens e dai esmola”, não tem sido apresentada por alguns em sua clara luz, e o objetivo das palavras de nosso Salvador não tem sido claramente apresentado. O objetivo de vender não é dar aos que podem trabalhar e sustentar-se a si mesmos, mas para espalhar a verdade. É um pecado sustentar e favorecer a indolência dos que podem trabalhar. Alguns têm sido zelosos em assistir a todas as reuniões, não para glorificar a Deus, mas por causa de ”pão e peixe”. Muito melhor seria que tais pessoas ficassem em casa trabalhando com as próprias mãos, ”porque isto é bom”, a fim de suprir as necessidades de suas famílias e terem alguma coisa para dar para o sustento da preciosa causa da verdade presente. Primeiros Escritos, 57-58. (mais…)

Leia Mais

licao_2020_tri2_Em_Contato_com_a_Natureza

Lição: Em contato com a Natureza

Faça o download da lição “Em Contato com a Natureza”, publicada para o 2º trimestre (abril-junho) de 2020, e estude temas como:

  • A Criação – Obra de Naturistas por Excelência
  • Cristo e a Natureza
  • O Livro da Natureza
  • O Cristão e a Natureza
  • Saúde e Naturismo
  • Natureza Degradada
  • O Deus da Natureza
  • A Natureza – O Médico de Deus
  • Vida e Morada no Campo
  • Um Naturista Transformado
  • O Futuro Lar Glorioso

(mais…)

Leia Mais

reflexoes_2020

A Formação do Caráter

Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam. Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração. Mateus 6:20-21.

E é-nos permitido unir-nos com Ele na grande obra da redenção, e ser participantes com Ele nas riquezas que Sua morte e sofrimento conquistaram. O apóstolo Paulo escreveu aos cristãos tessalonicenses: ”Qual é a nossa esperança, ou gozo, ou coroa de glória? Porventura, não o sois vós também diante de nosso Senhor Jesus Cristo em Sua vinda? Na verdade, vós sois a nossa glória e gozo.” I Tess. 2:19 e 20. Este é o tesouro pelo qual Cristo nos pede trabalhar. O caráter é a grande colheita da vida. E toda palavra ou ato que, mediante a graça de Cristo, suscita em uma alma um impulso em direção ao Céu, todo esforço que tende à formação de um caráter cristão, é depositar tesouro no Céu. (mais…)

Leia Mais

reflexoes_2020

«Lava o teu Rosto»

Tu, porém, quando jejuares, unge a tua cabeça, e lava o teu rosto, para não pareceres aos homens que jejuas, mas a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente. Mateus 6:17-18.

Tudo quanto for feito para a glória de Deus, deve ser feito com alegria de coração, não com tristeza e espírito sombrio. Não há nada de sombrio na religião de Jesus. Se, pela sua melancólica atitude, os cristãos dão a impressão de haverem sido decepcionados com seu Senhor, isto representa mal o caráter dele, dando armas aos Seus inimigos. Conquanto, pelas palavras, eles pretendam que Deus é seu Pai, todavia, com melancolia e dor apresentam ao mundo o aspecto de órfãos. (mais…)

Leia Mais

reflexoes_2020

Rasgando o Coração

E, quando jejuardes, não vos mostreis contristados como os hipócritas; porque desfiguram os seus rostos, para que aos homens pareça que jejuam. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. Mateus 6:16.

O jejum recomendado pela Palavra de Deus é alguma coisa mais que uma forma. Não consiste meramente em nos privarmos da comida, em usarmos saco, em lançarmos cinza sobre a cabeça. Aquele que jejua com verdadeira tristeza pelo pecado, jamais buscará exibir-se. (mais…)

Leia Mais

reflexoes_2020

Perdoando a Todos

Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós; se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas. Mateus 6:14-15.

Nada pode justificar o espírito irreconciliável. Aquele que não é misericordioso para com os outros, mostra não ser participante da graça perdoadora de Deus. No perdão de Deus, o coração do perdido é atraído ao grande coração do Infinito Amor. A torrente da compaixão divina derrama-se no espírito do pecador e, dele, na de outros. […] (mais…)

Leia Mais

Jó

A POSIÇÃO CORRETA NA ORAÇÃO

A ORAÇÃO E A BÊNÇÃO DE SALOMÃO

A humildade de Salomão ao tempo em que começou a levar a carga do Estado, quando ele reconheceu perante Deus: ”Sou ainda menino pequeno” (I Reis 3:7); seu marcado amor a Deus, profunda reverência pelas coisas divinas, sua desconfiança de si mesmo e exaltação do infinito Criador de tudo – todos esses traços de caráter tão dignos de emulação, foram revelados durante os serviços relacionados com a conclusão do templo, quando durante sua oração dedicatória ele se ajoelhou, postando-se na humilde posição de suplicante. Profetas e Reis 47-48. (mais…)

Leia Mais

reflexoes_2020

As Vãs Repetições

E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que por muito falarem serão ouvidos. Não vos assemelheis, pois, a eles; porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vós lho pedirdes. Mateus 6:7-8.

Os pagãos consideravam suas orações como possuidoras em si mesmas do mérito de expiar pecados. Assim, quanto mais longas as orações, tanto maiores os merecimentos. Se se pudessem tornar santos por seus esforços, teriam em si mesmos, alguma coisa de que se regozijar, algo de que se vangloriar. Essa ideia da oração é fruto do princípio de expiação individual, o qual jaz na base de todos os falsos sistemas religiosos. Os fariseus haviam adotado essa ideia pagã acerca da oração, a qual não se acha de modo algum extinta em nossos dias, mesmo entre os que professam o cristianismo. A repetição de frases feitas, habituais, quando o coração não sente nenhuma necessidade de Deus, é da mesma espécie que as ”vãs repetições” dos pagãos. (mais…)

Leia Mais

Alimentação Original

Alimentación Original

“Amado, mi oración es que seas prosperado en todas las cosas y que tengas salud, así como prospera tu alma.” III Juan 1:2.

Nuestro cuerpo se forma con el alimento que ingerimos. En los tejidos del cuerpo se realiza de continuo um proceso de reparación, pues el funcionamiento de los órganos acarrea desgaste, y éste debe ser reparado por el alimento. Cada órgano del cuerpo exige nutrición…

Deben escogerse los alimentos que mejor proporcionen los elementos necesarios para la reconstitución del cuerpo. Em esta elección, el apetito no és una guía segura. (mais…)

Leia Mais