reflexoes_2020

A Regra de Ouro

E como vós quereis que os homens vos façam,
da mesma maneira lhes fazei vós, também. Lucas 6:31.

 

A regra áurea é o princípio da verdadeira cortesia, e sua mais genuína ilustração se manifesta na vida e no caráter de Jesus. Oh! que suave e bela influência partia da vida diária de nosso Salvador! Que doçura exalava só de Sua presença! O mesmo espírito se revelará em Seus filhos. Aqueles em quem Cristo habita, serão circundados duma atmosfera divina. Suas brancas vestes de pureza exalarão o perfume do jardim do Senhor. Seus rostos refletirão a luz do Seu, iluminando o trilho para pés fatigados e prontos a tropeçar.

Homem algum que tenha o verdadeiro ideal quanto a um caráter perfeito, deixará de manifestar o espírito de compreensão e ternura de Cristo. A influência da graça há de abrandar o coração, refinar e purificar os sentimentos, dando uma delicadeza e um senso de correção de origem celeste.

Mas há ainda uma significação mais profunda na regra áurea. Todo aquele que foi feito mordomo da multiforme graça de Deus, é chamado a comunicá-la a almas que jazem na ignorância e nas trevas, da mesma maneira que, estivesse ele no lugar dessas almas, desejaria que elas lha comunicassem. Disse o apóstolo Paulo: ”Eu sou devedor tanto a gregos como a bárbaros, tanto a sábios como a ignorantes.” Rom. 1:14. Por tudo quanto tendes aprendido acerca do amor de Deus, por tudo quanto tendes recebido dos ricos dons de Sua graça acima da mais entenebrecida e degradada alma da Terra, sois devedores para com essa alma no sentido de lhe comunicar esses dons.

Da mesma maneira quanto aos dons e bênçãos desta vida: tudo quanto possuís acima de vossos semelhantes, coloca-vos, na mesma proporção, em débito para com os menos favorecidos. Possuamos nós fortuna, ou mesmo os confortos da vida, achamo-nos na mais solene obrigação de cuidar dos sofredores enfermos, das viúvas e dos órfãos, exatamente como desejaríamos que eles cuidassem de nós, caso se invertessem as condições. O Maior Discurso de Cristo, 135-136.

Leia Mais

Capa-As-Cartas-Cristas

As Cartas Cristãs

Nesta lição você conhecerá as histórias das cartas escritas aos cristãos pelos discípulos. As cartas foram escritas com o propósito de disseminar conhecimento, exortar, orientar ou até chamar a atenção do povo e serve de referência para nós até hoje.

Esta lição foi especialmente adaptada para a compreensão dos pequenos alunos da Escola Sabatina.

Capa-As-Cartas-Cristas

Download: As Cartas Cristãs

Leia Mais

Capa Sacudidura e Salvação

Lição: Sacudidura e Salvação

Capa Sacudidura e Salvação_curvas
Clique aqui para baixar – Sacudidura e Salvação

A lição de Escola Sabatina “Sacudidura e Salvação”, publicada para o 4º trimestre (outubro-dezembro) de 2020, nos traz os seguintes temas:

  • A Sacudidura Atual e Futura
  • O Peneiramento da Igreja
  • Classe Numerosa
  • Povo Peculiar
  • Os Testemunhos de Ellen G. White
  • Grupos Espúrios
  • As Ciladas de Satanás
  • O Fanatismo da “Carne Santa”
  • O Alfa e o Ômega de Heresias Letais
  • Preparação para a Grande Crise Final
  • Princípios e União

Leia Mais

Dialogo_bolso

Diálogo entre Cristo e um Professo Cristão

Apresentaremos neste livreto, na forma figurativa, uma conversa entre Cristo e um professo cristão. Que escusas daremos nós para não seguir-Lhe o ensinamento? E, que nos responde Cristo? – Sua resposta está na Bíblia Sagrada – o único meio infalível que contêm a instrução Divina.

É nossa oração que as respostas de Cristo, através de Sua Palavra, possam tornar-se realidade para o estimado leitor.

 

Disse Jesus: “Segue-me”. Mateus 9:9.

 

(Professo cristão:) Mas eu já Lhe aceitei como meu único Salvador pessoal, que devo mais fazer?

 

(Resposta:) Teme a Deus, e guarda os seus mandamentos, porque isto é o dever de todo homem. Eclesiastes 12:13.

 

(Professo cristão:) Mas não basta que eu O ame e viva na lei do amor?

 

(Resposta:) Se me amardes, guardareis os meus mandamentos. João 14:15. Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama… Se alguém me ama, guardará a minha palavra. João 14:21 e 23.

 

Mas isto significa todos os Dez mandamentos?

 

Porque qualquer que guardar toda a lei e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos. Tiago 2:10.

 

Já O conheço Senhor e sei da Sua Verdade.

 

Aquele que diz eu O conheço e não guarda os Seus mandamentos, é mentiroso e nele não está a verdade. I João 2:4.

 

Penso que se me esforçar em segui-Lo, basta isto; não é assim?

 

Aquele que diz que está nEle, também deve andar como Ele andou. I João 2:6. Se alguém me serve, siga-Me, e, onde Eu estiver, ali estará também o meu servo. João 12:26. Porque para isto sois chamados; pois também Cristo padeceu por vós, deixando-vos o exemplo, para que sigais as suas pisadas. I Pedro 2:21.

 

Como o Senhor andou e qual o Seu costume?

 

E, chegando a Nazaré, onde fora criado, entrou num dia de sábado, segundo Seu costume na sinagoga, e levantou-se para ler. Lucas 4:16.

 

Isso foi a quase 2000 anos; se hoje o Senhor viesse a esta terra, não guardaria outro dia a não ser o sábado?

 

Eu sou o Senhor, e não mudo. Malaquias 3:6. Jesus Cristo é o mesmo ontem e hoje e eternamente. Hebreus 13:8. Não violarei o meu pacto, nem alterarei o que saiu dos meus lábios. Salmos 89:34.

 

O sábado não é coisa do velho testamento, antes da morte de Jesus?

 

E as mulheres que tinham vindo com ele da Galiléia, seguindo a José, viram o sepulcro, e como o corpo foi ali depositado. Então voltaram e prepararam especiarias e ungüentos. E no sábado repousaram, conforme o mandamento. Lucas 23:55-56.

 

Mas dependerá minha salvação da obediência ao mandamento do sábado?

 

E sendo Ele consumado, veio a ser causa de eterna salvação para todos os que lhe obedecem. Hebreus 5:9.

 

Mas será absolutamente necessário guardar os mandamentos para viver a vida eterna?

 

Se queres entrar na vida, guarda os mandamentos. Mateus 19:17. Procuremos pois entrar naquele repouso, para que ninguém caia no mesmo exemplo de desobediência. Hebreus 4:11. Os que deixam a lei louvam o ímpio, mas os que guardam a lei pelejam contra ele. Provérbios 28:4.

 

Não compreendo, Senhor, por que insistir tanto no sétimo dia; não é o domingo tão bom quanto o Sábado?

 

E abençoou o Senhor o dia sétimo e o santificou. Gênesis 2:3. Ele tem abençoado e não posso revogar. Números 23:20. Porque em seis dias fez o Senhor o céu e a terra, o mar e tudo o que neles há, e ao sétimo dia descansou; por isso o Senhor abençoou o dia do sábado, e o santificou. Êxodo 20:11.

 

Parece-me, que se eu guardar um dia da semana seja ele qual for, já é o bastante para cumprir a lei.

 

Há caminho, que ao homem parece direito, mas, o seu fim são os caminhos da morte. Provérbios 16:25; 14:12. Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá? Jeremias 17:9.  As coisas espirituais são espiritualmente discernidas. I Coríntios 2:13-14.

 

Mas, Senhor, Senhor! Minha profissão não permite guardar outro dia senão o domingo.

 

Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus. Mateus 7:21.

 

Mas eu oro a Deus.

 

O que desvia os ouvidos de ouvir a lei, até sua oração será abominável. Provérbios 28:9. Longe está o Senhor dos ímpios, mas escutará a oração dos justos. Provérbios 15:29. Deus não ouve a pecadores; mas, se alguém é temente a Deus, e faz a Sua vontade, a esse ouve. João 9:31.

 

Mas, Senhor, há pessoas que fazem mil milagres em Seu nome, alguns até curam doentes, outros falam línguas estranhas, realizam coisas maravilhosas, contudo não guardam o sábado. O que o Senhor diz?

 

Muitos me dirão naquele dia: Senhor, não profetizamos nós em Teu nome? E em Teu nome não expulsamos demônios? E em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de Mim, vós que praticais a iniqüidade. Mateus 7:22-23. Ainda que eu falasse a língua dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como címbalo que retine. I Coríntios 13:1. Porque este é o amor de Deus, que guardemos os Seus mandamentos; e os Seus mandamentos não são penosos. I João 5:3.

 

Reconheço que o sábado é o dia que deve ser guardado, mas minha profissão não permite que eu guarde, seria despedido e não teria possibilidade de ganhar a vida.

 

Quem achar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a sua vida por amor de mim achá-la-á. Mateus 10:39. Pois que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua vida? Marcos 8:36.

 

Não seria preferível que eu trabalhasse no sábado, do que minha família passar fome?

 

Vosso Pai celestial sabe que necessitas de todas estas coisas; mas buscai em primeiro lugar o reino de Deus e Sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Mateus 6:32-33. Nunca vi desamparado o justo, nem a sua descendência a mendigar o pão. Salmos 37:25. O Senhor não deixa o justo passar fome. Provérbios 10:3.

 

Se eu guardar o sábado, serei alvo de críticas.

 

Bem aventurado sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem, e mentindo, disserem todo mal contra vós por minha causa, exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus. Mateus 5:11-12. Se o mundo vos aborrece sabei que, primeiro do que vós, me aborreceu a mim. João 15:18.

 

Digamos que minha família não concorde, devo ir contra a vontade dela?

 

Quem ama o pai ou a mãe mais do que a Mim não é digno de Mim, e quem não toma sua cruz e não segue após Mim, não é digno de Mim. Mateus 10:37-38. Assim, pois, qualquer de vós que não renuncia a tudo quanto tem, não pode ser meu discípulo. Lucas 14:33.

 

Confesso que tenho medo, não sou capaz de suportar tais provas, reconheço que sou fraco.

 

Minha graça te basta, porque o Meu poder se aperfeiçoa na fraqueza, porque quando estou fraco, então sou forte. II Coríntios 12:9-13. Posso todas as coisas naquEle que me fortalece. Filipenses 4:13. Porque todo que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé. I João 5:4.

 

Vejo que estou perdido, nunca guardei o sábado.

 

Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos os homens, e em todo o lugar, que se arrependam. Atos 17:30.

 

Como poderei guardar o sábado e os demais mandamentos?

 

Então espalharei água pura sobre vós, e ficareis purificados; de todas as vossas imundices e de todos os vossos ídolos vos purificarei. E vos darei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei o coração de pedra da vossa carne, e vos darei um coração de carne, e porei dentro de vós o Meu espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis. Ezequiel 36:25-27.

 

GMM1

 

 

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Satanás declarara que era impossível ao homem obedecer aos mandamentos de Deus; e é verdade que por nossa própria força não lhes podemos obedecer. Cristo, porém, veio na forma humana, e por Sua perfeita obediência provou que a humanidade e a divindade combinadas podem obedecer a todos os preceitos de Deus.

“Mas, a todos quantos O receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus: aos que crêem no Seu nome”. João 1:12. Este poder não está no instrumento humano. É o poder de Deus. Quando uma pessoa recebe a Cristo, recebe também o poder de viver a vida de Cristo.

Deus requer de Seus filhos perfeição. Sua lei é transcrito de Seu próprio caráter, e é o padrão de todo caráter. Esta norma infinita é apresentada a todos, para que não haja má compreensão no tocante à espécie de homens que Deus quer ter para compor o Seu reino. A vida de Cristo na Terra foi uma expressão perfeita da lei de Deus, e quando os que professam ser Seus filhos receberem caráter semelhante ao de Cristo, obedecerão aos mandamentos de Deus. Então o Senhor pode contá-los com toda confiança entre os que formarão a família do Céu. Trajados com vestes gloriosas da justiça de Cristo, participarão da ceia do Rei. Tem o direito de associar-se com a multidão lavada no sangue. Parábolas de Jesus 314-315. (Ellen G. White)

Leia Mais

a pergunta mais importante_times

A Pergunta Mais Importante

Uma pergunta, a mais importante, é certamente a que se faz em relação ao que é “essencial” ao homem. E o que é isso? É porventura o dinheiro? Poucos há que não se preocupam com a questão: “Como ficarei rico?” Mas há muitos ricos que, desenganados pelos médicos, dariam toda a sua fortuna em troca da saúde perdida. Por aí o prezado leitor observa que a saúde é mais importante do que o dinheiro.

Outros há que possuem dinheiro e saúde, mas a desarmonia no lar os torna infelizes. A felicidade é, pois, mais importante do que o Dinheiro. O dinheiro não faz a felicidade de ninguém, como se vê pelo fato de haver ricos que se suicidam de desespero.

Ainda há uma terceira coisa mais importante que o dinheiro. Disse uma vez alguém que, entre o dinheiro e a inteligência, preferiria a última, pois tendo inteligência, ganharia dinheiro. E quem não conhece pelo menos uma pessoa que perdeu toda sua fortuna, sem poder, por falta de inteligência, reconquistá-la? E quem não conhece pelo menos uma pessoa que, perdendo seus haveres, logo se recuperou, graças à sua inteligência? Por estes exemplos o estimado leitor verá que, na vida do homem, há muitas coisas que em importância superam o possuir dinheiro.

Mas, que tal possuir todas estas quatro coisas conjuntamente? O ideal parece avançado, todavia ainda não está. Há outra coisa infinitamente mais importante, sem a qual nada vale a saúde, o amor no lar, a inteligência, o dinheiro e tudo quanto o homem possui. Disse uma vez o Mestre dos mestres: “Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma?” Mateus 16:26. Veja, caro leitor, que possuir muitos bens e outras coisas mais, e não ter a vida eterna, equivale a não possuir nada.

Colocar qualquer empreendimento terreno em primeiro lugar e a imortalidade em segundo plano equivale a dar preferência à escória e rejeitar o ouro. A coisa principal ao homem é a imortalidade. Todas as outras coisas são secundárias. Todo aquele que se entrega aos prazeres terrenos, à busca de riquezas deste mundo, ou a qualquer outro empreendimento secular, em vez de buscar em primeiro lugar a imortalidade está desperdiçando os preciosos momentos de sua vida. Um dia verá que teve uma existência inútil, pois não aproveitou o privilégio ao seu alcance. Fez tudo, mas deixou de o essencial. Não adquiriu a vida eterna.

Então qual é a pergunta mais importante? É a que um príncipe fez ao Senhor Jesus Cristo: “Mestre, que farei eu de bom, para alcançar a vida eterna?” Mateus 19:16. Pergunta equivalente a esta foi também, certa vez, feita por um carcereiro aos apóstolos Paulo e Silas: “Senhores, que devo fazer para que seja salvo?” Atos 16:30.

Esta é a mais importante, mais sublime e, mais sábia pergunta que um homem pode fazer, e é a que todos os homens, cedo ou tarde, farão direta ou indiretamente a Deus. Você já pensou alguma vez seriamente sobre isto?

Quando o carcereiro fez esta pergunta, de máxima importância, aos apóstolos eles lhe responderam: “Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa.” Atos 16:31. Somente por meio dEle alcançamos a salvação e a vida. ”Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida ”, disse o Senhor Jesus. “ninguém vem ao Pai senão por mim.” João 14:6. “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá;” João 11:25. E nosso Senhor, por Sua vez, quando abordado pelo príncipe com a pergunta: “que farei eu de bom, para alcançar a vida eterna?”, apresentou esta condição, “Se … queres entrar na vida guarda os mandamentos” Mateus 19:17. A  salvação nos é concedida sob condição de obediência, pois o Senhor, pela Sua morte, “veio a ser causa de eterna salvação”, não para os desobedientes, mas “para todo os que Lhe obedecem” Hebreus 5:9. Pela Sua graça, guardemos os mandamentos para evitarmos o pecado, pois, “O Pecado é a transgressão da Lei.” I João 3:4.            

“Porque, se vivermos deliberadamente em pecado, depois de termos recebido o pleno conhecimento da verdade, já não resta sacrifício pelos pecados; pelo contrário, certa expectação horrível de juízo e fogo vingador prestes a consumir os adversários.” Hebreus 10:26-27. Para entrarmos na vida eterna, necessário é que evitemos o pecado, e para o evitarmos é necessário que saibamos exatamente o que é e o que não é pecado, a fim de que não pratiquemos atos pecaminosos pensando que são permitidos, e atos permitidos pensando que são atos pecaminosos. A Escritura Sagrada não nos deixa em trevas sobre isto. Disse o apóstolo Paulo que “pela Lei vem o conhecimento do pecado” (Romanos 3:20). Sobre qualquer ato que quisermos saber se é pecado, ou não, é só consultar a Lei de Deus – Êxodo cap. 20.

Leia Mais