reflexoes2017_img_destac

As Exigências do Evangelho

Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos preciosos. I Timóteo 2:9.

Os candidatos ao batismo não têm sido tão cuidadosamente examinados em relação ao seu discipulado, quanto o deviam ser. Importa saber se meramente adotaram o nome de “Adventistas do Sétimo Dia” ou se realmente se colocaram ao lado do Senhor, renunciando ao mundo e estando dispostos a não tocar nada imundo. Antes do batismo devem ser feitas a eles perguntas relativas às suas experiências, porém, não de modo frio e reservado, e sim com mansidão e bondade, encaminhando-se os recém-convertidos para o Cordeiro de Deus que tira os pecados do mundo. As exigências do evangelho devem ser estudadas a fundo com os batizandos. Testemunhos para a Igreja, Vol.6, 95.

Um ponto sobre o qual cumpre instruir os que abraçam a fé é o vestuário –assunto que deve ser cuidadosamente considerado da parte dos recém-conversos. Revelam vaidade no tocante à roupa? Acariciam o orgulho de coração? A idolatria praticada em matéria de vestuário é enfermidade moral; não deve ser introduzida na nova vida. Na maioria dos casos a submissão às reivindicações do evangelho requer uma mudança decisiva em matéria de vestuário. Idem, 96.

A razão humana tem sempre buscado esquivar-se às simples e definidas instruções da Palavra de Deus, ou pô-las à margem. […] Umas após outras se têm erguido as diferentes denominações e, abandonando a simplicidade, perderam, em grande medida, seu primitivo poder. Ao vermos o amor da moda e da ostentação entre os que professam crer na verdade presente, cogitamos com tristeza: Não aprenderá o povo de Deus coisa alguma do passado? […] Orgulho e extravagância no trajar são um pecado a que as mulheres se inclinam de modo especial. Daí a recomendação do apóstolo [em I Timóteo 2] ser-lhes diretamente dirigida. (Review and Herald, 6 de dezembro de 1881). Mensagens aos Jovens, 354-355.


Esta publicação está presente nas Reflexões Semanais 2017, para o pôr-do-sol de 12 de maio de 2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *