Reflexoes_2019

Comunhão com o Sol da Justiça

Porque eis que as trevas cobriram a terra, e a escuridão os povos; mas sobre ti o SENHOR virá surgindo, e a sua glória se verá sobre ti. E os gentios caminharão à tua luz, e os reis ao resplendor que te nasceu. (Isaías 60:2-3).

Durante séculos de trevas espirituais a igreja de Deus tem sido como uma cidade edificada sobre um monte. De século em século, através de sucessivas gerações, as puras doutrinas do Céu têm sido desdobradas dentro de seus limites. Fraca e defeituosa como possa parecer, a igreja é o único objeto sobre que Deus concede em sentido especial Sua suprema atenção. É o cenário de Sua graça, na qual Se deleita em revelar Seu poder de transformar corações. Atos dos Apóstolos, 12.

Deus requer que Seu povo brilhe como luzes no mundo. Não é somente dos pastores que se exige isso, mas de todo discípulo de Cristo. Testemunhos para a Igreja, Vol. 2, 122.

[Os] irmãos, que amam a verdade, e que por anos vêm-se regozijando por causa da luz crescente sobre as Escrituras, devem deixar sua luz brilhar para aqueles que estão em trevas. Deus lhes será sabedoria e poder, e Se glorificará trabalhando com e através daqueles que O seguem inteiramente. […] A sabedoria e o poder de Deus serão dados aos dispostos e fiéis. Testemunhos para a Igreja, Vol. 3, 56.

Ao que está em viva comunhão com o Sol da Justiça, sempre se revelará nova luz sobre a Palavra de Deus. Ninguém deve chegar à conclusão de que não há mais verdades a serem reveladas. O que busca a verdade com diligência e oração encontrará preciosos raios de luz que ainda hão de brilhar da Palavra de Deus. Ainda se acham dispersas muitas gemas que devem ser reunidas para tornar-se propriedade do povo remanescente de Deus. Mas a luz não é conferida simplesmente para fortalecer a igreja, mas para iluminar os que estão em trevas. O povo de Deus deve anunciar os louvores dAquele que os chamou das trevas para Sua maravilhosa luz. Conselhos Sobre a Escola Sabatina, 34.

A obra de Deus na Terra, nestes últimos dias, deve refletir a luz que Cristo trouxe ao mundo. Esta luz deve dissipar a densa escuridão dos séculos. Homens e mulheres imersos em trevas pagãs devem ser alcançados por aqueles que, uma vez, se achavam em condições idênticas de ignorância, mas que receberam o conhecimento da verdade da Palavra de Deus. Essas nações pagãs aceitarão ansiosamente as instruções que lhes forem dadas acerca de Deus. Conselhos aos Pais, Professores e Estudantes, 532.


Esta publicação está presente nas Reflexões Semanais 2019, para o pôr-do-sol de 5 de julho de 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *